Homepage Paciente Sénior Cuidados com o paciente Sénior

Abril 13, 2018

Blog thumbnail

Cuidados com o paciente Sénior

Embora não existam estudos estatísticos em Portugal, se tomarmos como ponto de referência os Estados Unidos, 75% da população canina, o que corresponde a cerca de 41 milhões de cães, tem mais de 6 anos.

Grosso modo, a idade onde se considera o ponto de viragem nos cuidados de saúde primários nos nossos animais de companhia é de 7 anos para os cães e 9 para os gatos. Se quisermos fazer transposição para a idade humana, corresponderia aproximadamente aos 40 anos.

A geriatria é a área da medicina que se dedica ao estudo da velhice, com as suas características, particularidades e fenómenos próprios.

A maioria dos seres vivos nascem, crescem, reproduzem-se e morrem. Poucas espécies tem a chamada idade senescente, entre a reprodução/idade adulta e a morte, o que se aplica a nós e aos nossos animais de companhia. Vários factores interferem no envelhecimento, mas falta muito por investigar e descobrir.

Dos factores já apurados constam: os radicais livres, a acumulação de lipofuscia e das substancias glicosiladas, as radiações ionizantes e a ocorrência de mutações celulares.

Várias doenças têm uma incidência e gravidade maior na idade sénior. Nestes pacientes é frequente encontrar várias patologias em simultâneo, muitas vezes com tratamentos incompatíveis que têm de ser muito bem ponderadas. O mesmo se aplica a anestesias. Nenhum paciente deve ser privado de uma cirurgia que propicie uma boa qualidade de vida a esse paciente, mas os cuidados pré anestésicos bem como o tipo de anestesia devem ser particularmente bem ponderados para minimizar os riscos.

O Hospital Veterinário de Lisboa dispõe de um serviço vocacionado para a área de geriatria, bem como um programa de saúde sénior.

Disponíveis para qualquer esclarecimento adicional.

 

OS “MANDAMENTOS” DOS CUIDADOS SENIORES

A – Vacinas em dia

B – Escovagens regulares

C – Unhas cortadas

D – Água à disposição e contabilização do seu consumo

E – Manter os seniores dentro de casa a maior parte do tempo, particularmente em climas pouco temperados

F – Controlo do peso pelo menos de 2 em 2 meses

G – Quando existem vários animais certeficar-se de que acedem à comida e à água

H – Devem ser consultados pelo menos semestralmente, ou sempre que apresentem:

1 – Aumento do consumo de água ( mais de 100ml/Kg/Dia )
2 – Aumento da produção de urina
3 – Perda de peso
4 – Anorexia há mais de 2 dias
5 – Aptite anormalmente aumentado
6 – Vómitos persistentes
7 – Diarreia há mais de 3 dias
8 – Dificuldade em urinar e/ou defecar
9 – Alteração de habitos
10 – Coxeiras com mais de 5 dias ou em mais de um membro
11 – Perda súbita de visão ou pupilas que não contraem com a luz
12 – Massas, úlceras ou feridas que levem mais de uma semana a desaparecer
13 – Mau hálito ou perda de saliva há mais de 2 dias
14 – Abdomén dilatado
15 – Aumento de actividade ou maior sonolênçia
16 – Peladas, especíalmente se forem pruríticas
17 – Engasgo frequente ou ter dificuldade em engolir
18 – Alterações na respiração
19 – Episódios de colapso/desmaios ou fraqueza
20 – Incapacidade de comer granulado
21 – Convulsões/ataques

Deixe uma resposta